Efeitos secundários da PrEP

A maioria das pessoas que tomam PrEP não tem quaisquer efeitos secundários. Mas tal como acontece com qualquer outro medicamento, a PrEP pode causar alguns efeitos indesejados em pessoas mais suscetíveis. Náuseas, diarreia e dores de cabeça ligeiras são relatadas durante o primeiro mês de utilização em menos de 10% das pessoas. Normalmente estes sintomas desaparecem com o continuar da medicação.
A PrEP pode afetar os rins, razão pela qual o seguimento médico é importante. As poucas pessoas que revelaram alterações da função renal provocadas pela PrEP, normalizaram a função renal assim que a PrEP foi suspensa. O risco é maior nas pessoas com mais de 40 anos ou se já existem alterações renais antes do início da PrEP.

A PrEP também pode reduzir a densidade dos ossos em cerca de 1 a 5%. Esta alteração também é reversível com a suspensão da PrEP. Este efeito secundário também é mais acentuado nas pessoas já com redução prévia da densidade óssea. Este pode ainda ser um efeito importante em pessoas com menos de 30 anos, idade em que o desenvolvimento ósseo ainda está a decorrer. Até agora não existe nenhum relato de fraturas ósseas relacionadas com a PrEP.
A PrEP intermitente poderá reduzir estes efeitos secundários, no entanto isso ainda não está demonstrado.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now